Filme: Annie Hall


Porque está aqui:

“A tradição é a ilusão de permanência”

Desconstruindo Harry. Woody Allen.

Citei o próprio Allen, em outro filme, para iniciar a explanação sobre  “Annie Hall” (“Noivo Neurótico, Noiva Nervosa” no Brasil. Que acho a pior de todas as traduções de titulo na historia do cinema). Citei Annie Hall por ser o primeiro filme mais sério do cineasta. Na época todos sabiam que Allen era capaz de fazer comédias de diálogos, pastelão e de sketches, mas foi em Annie Hall que o lado critico do cineasta alcança as relações amorosas e dá um vislumbre de sua sensibilidade. Só pela coragem do cineasta em sair de sua zona de conforto, arriscando novas tematicas e estética, o filme ja merece estar aqui.

Se na semana passada escolhi o filme “Sonhos” de Korusawa , pelo poder das imagens em construir beleza, escolho Annie Hall pelos diálogos que dão relevância e poesia à imagens comuns. O filme começa com a câmera fechada em Alvin Singer (o próprio Allen), que conta uma piada de Grouxo Marx, que diz como ele se sente sobre a vida. Não foi coincidência Allen citar Marx, pois este foi o primeiro grande comediante de diálogos do cinema.

Os altos e baixos da relação com a temperamental Annie são criados com tal esmero, que qualquer uma das conclusões, discussões e afetos são criveis. Logo você começa a torcer pelos personagens, pela relação e pelas brigas. Chega um ponto em que até as brigas do casal se tornam sabias. É fácil torcer para eles continuem se dando pequenas intrigas, pois esta é a prova do quanto aprenderam a conviver e se amar.

Escolho Annie Hall, porque mesmo sendo uma comédia romântica por definição, ela é tão distante do que se considera comédia romântica hoje em dia que a comparação é um sacrilégio, uma heresia.

Como se todos esses elementos não fossem o suficiente há um caráter “Chapliano” no personagem de Alvin, que se destrói em vários momentos. Tornando a si mesmo uma piada, sendo capaz de ridicularizar seus defeitos e torná-los irresistíveis e tocantes. As inseguranças de Alvin vão surgindo enquanto as seguranças de Annie vão florescendo, tornando-a cada vez mais bonita.

Não é toa que há uma cena em que Alvin cria um teatro explorando sua relação com Annie, buscando uma espécie de simetria na relação. Alvin, como Allen, torna os pesares da vida na beleza de um texto e estética. Não seria esse o grande objetivo da vida? Dar “Estilo ao caráter”, como diria Nietzsche?

E sobre isso o filosofo alemão diz:

“Temos a arte para não morrer da verdade.
Temos a arte para não morrer ou enlouquecer perante a verdade.
Somente a arte pode transfigurar
a desordem do mundo em beleza
e fazer aceitável tudo aquilo que há
de problemático e terrível na vida.”

Não que a vida seja sempre ruim, mas, como diria Allen e Groucho Marx, ela vem em uma porção pequena. Acho que Allen concorda comigo, quando digo que a vida é pequena demais para ver arte só nos momentos de alegria.

Duração: 93 minutos.

<< Clique aqui para retornar para a nossa Sessão de FILMES

<< Clique aqui para retornar para a página inicial da Biblioteca Cult

Ofertas da Livraria Cultura:

NOIVO NEUROTICO, NOIVA NERVOSA – ANNIE HALL
Formato: DVD / Diretor: ALLEN, WOODY / Elenco: ROBERTS, TONY / SIMON, PAUL / KEATON, DIANE / Distribuidora: PARAGON MULTIMEDIA

MEIA NOITE EM PARIS (BLU-RAY)
Formato: BLU RAY / Diretor: ALLEN, WOODY / Elenco: SHEEN, MICHAEL / BRODY, ADRIEN / MCADAMS, RACHEL / WILSON, OWEN / BRUNI, CARLA / Distribuidora: PARIS FILMES LK TEL

NOIVO NEUROTICO, NOIVA NERVOSA
Formato: DVD / Diretor: ALLEN, WOODY / Elenco: KEATON, DIANE / KANE, CAROL / Distribuidora: FOX – MICROSERVICE

Link Permanente: http://wp.me/p1URSu-DA

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s