Crise humanitária da Síria


Depois da nossa geração de humanos ter sido anestesiada com duas guerras do Golfo, ataques terroristas, guerras contra o terror, guerras civis africanas, no leste europeu e no Haiti, finalmente algo contra nossa própria especie choca a sociedade mais do que caçada ilegal ao leão do Zimbábue (sim foi triste também).

Infelizmente nossa espécie ainda não aprendeu com os exemplos emblemáticos de Hiroshima, fome na Africa, e agora os desesperados fugitivos sírios em direção a Europa que morrem na travessia como o menino Alan Kurdi. Nós destruímos diariamente o planeta e as melhores chances de futuro para nossa espécie, assistimos assassinatos nas nossas cidades, temos deixado o oriente à própria sorte diante do ISIS, etc…. etc… etc…

image

O problema

Em um cenário de grande instabilidade politica e conflitos civis o Estado Islâmico (ISIS) está expandindo suas fronteiras aniquilando vilas, tomando meninas como escravas, matando homens, especialmente cristãos ou se orientação muçulmana diversa e estabelecendo um governo sanguinário. Os sírios que já estavam sendo oprimidos com a guerra civil contra o governo de Assad, precisou em grande parte fugir de seu país, sendo recebidos como refugiados de maneira muito precária nos países vizinhos.

Europa

O continente europeu, constante destino de fugitivos de situações degradantes na Africa ou Oriente, é o destino óbvio de quem foge do ISIS na Síria, é a melhor chance de voltar a ter vida digna. Mas nessa esperança, vidas tem sido ceifadas na travessias do Mar Mediterrâneo que alguns relatam segundo a BBC que chegam a custar o equivalente a R$ 10mil por pessoa.

Alemanha que já abrigou judeus, depois turcos, agora abre oferta para receber sírios. estima-se que até final do ano serão centenas de milhares.

Inglaterra timidamente faz oferta para receber refugiados que ainda estejam no oriente médio, mas se fecha contra quem já chegou na Europa.

Hungria não quer receber imigrantes e a hostilidade é tanta que nessa semana um repórter que cobria a entrada deles deu uma rasteira em um refugiado em frente as câmeras.

EUA

Obama anunciou intenção de receber 10mil sírios em 2016, mas ainda tudo é muito vago, não encontramos projetos mais claros nesse sentido.

E o Brasil?

Aqui já recebemos segundo dados do Conare (Comitê Nacional para os Refugiados), órgão ligado ao Ministério da Justiça, 2.077 sírios que receberam status de refugiados do governo de 2011 até agosto de 2015, mas talvez seja pouco para um país tao grande e cheio de recursos.[1]

Alguém pode dizer que o mundo todo está fazendo muito pouco pelos sírios, terá razão, mas gostaria de propôr, seja você parte dessa ajuda a mais, quem sabe ao entrar em contato com a ONG Caritas você pode ajudar a receber um jovem sírio, talvez até na sua casa, ou você pode conhecer pessoas que vieram para o Brasil e podem estar precisando de uma ajuda no começo para se adaptar. Ou ainda, pode doar alguma quantia de seu dinheiro para uma ONG comprometida a resgatar refugiados.

Esperamos que isso não seja pedir demais, em geral não somos capazes de nos envolver em ações que ajudam sequer pessoas ao nosso redor, terceirizamos para a fundação social local ou para as igrejas, eles devem estar fazendo algo.

Precisamos substituir o epicurismo egocentrado no qual estamos imersos, fazendo com que problemas como esse deixem de ser só da Síria, da Grécia, da Alemanha, de São Paulo ou dos nordestinos, das ONGs mas sejam encarados como se contra cada ser humano de modo pessoal, do contrário estaremos com o futuro malfadado.

Se você já entende que é importante sua participação, atente para os links abaixo, são de organizações ou iniciativas nas quais vice pode se envolver:

UNICEF – https://secure.unicef.org.br/Default.aspx?origem=siria

Rescue International – https://donate.rescue-uk.org/FT

Save the Children – http://www.savethechildren.org.uk/about-us/emergencies/child-refugee-crisis-appeal

Caritashttp://www.caritas.org.br
Recebe imigrantes no Brasil, dentre eles também os sírios.

Obs.: Se conhecer mais iniciativas de apoio ao imigrante refugiado, por gentileza informe nos comentários que iremos adicionar nessa lista.

=============

Anotações:

[1] – Em 2013 o Conare publicou uma normativa facilitando a concessão de vistos a imigrantes Sírios tendo em vista a crise humanitária. A emissão do documento está concentrada principalmente nas embaixadas brasileiras em Beirute (Líbano), Amã (Jordânia) e Istambul (Turquia). A representação diplomática em Damasco (Síria) foi fechada em 2012 por motivos de segurança

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s