Queda do avião da Chapecoense Futebol


No dia 29 de novembro de 2016, terça-feira de madrugada, o voo fretado pela delegação brasileira da Associação Chapecoense de Futebol para o jogo da final da Copa Sulamericana contra o Atlético Nacional (COL), caiu nas proximidades do aeroporto de Medelín/COL.

As autoridades locais informaram que infelizmente 70 pessoas morreram e 7 foram retiradas com vida, sendo que uma delas, o goleiro Danilo faleceu mais tarde no hospital. Haviam 81 nomes para o voo, mas felizmente 4 não embarcaram, entre eles o Prefeito de Chapecó/SC.

Sobreviventes:

Goleiro – Jackson Follmann (teve perna amputada abaixo do joelho, e tem fratura severa na outra perna)
Lateral – Alan Ruschel (fratura de vértebra sem risco de tetraplegia depois de cirurgias)
Zagueiro – Neto (edemas na cabeça sem repercussão neurológica, fraturas e cortes)
Repórter – Rafael Henzel (fraturas de membros e costelas)
Tripulante – Ximena Suárez (fraturas nas pernas sem riscos)
Tripulante – Erwin Tumiri (lesões sem gravidade)

Entre os mortos estavam o famoso narrador Deva Pascovicci, o grande treinador Caio Júnior, o atacante goleador Bruno Rangel, o meia-atacante talentoso Arthur Maia, o zagueiro Willian Thiego que estava com transferência acertada para o Santos, o meia Cléber Santana que teve passagem por grandes clubes até na Espanha. Entre outros profissionais que certamente farão falta ao esporte, ao clube, mas todos certamente para suas famílias e amigos mais próximos.

É um dia triste na história!

Fatores da tragédia:

Todo acidente é resultado de uma sequência infeliz de erros, até o momento sabe-se pouco, mas as investigações que serão conduzidas na Inglaterra com as caixas pretas já localizadas devem revelar mais detalhes.

Fator 1: A autonomia de voo do modelo AVRO Regional fabricado no Reino Unido é de 3.000km. A distância em linha reta do aeroporto de partida até o aeroporto de Medelín (Colômbia) é de 3.000km Fator 2: A exigência de segurança aeronáutica é de que o avião decole com: (+) autonomia suficiente para chegar ao aeroporto de destino; (+) autonomia extra para alcançar o aeroporto mais próximo para um eventual “plano B”; (+) autonomia de voo por 30 minutos adicionais.
Fator 3: Havia grande concentração de nuvens do tipo “Cumulus Nimbus” no trajeto o que deve ter obrigado o piloto a subir e descer ou até a fazer um trajeto mais longo para desviar delas. Fator 4: O piloto pediu ajuda à torre de comando do aeroporto que não autorizou o pouso de imediato pois estava no mesmo momento recebendo um avião maior com vazamento de combustível.

_92707241_colombia_plane_crash_624map_portuguese

Homenagens

O Brasil inteiro nesse momento sente muito pela perdas das famílias e envia forças de todas as formas possíveis para os sobreviventes e suas famílias. O governo brasileiro disponibilizará avião da FAB para transportar médicos e familiares para a Colômbia e trará os sobreviventes de volta. Os clubes de futebol homenagearão a Chapecoense na última rodada do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense organizará um funeral coletivo no Estádio, assim que receber os corpos de sua equipe.

⊕ Atualizações:

30.nov.2016 – Infográfico divulgado pelo portal de notícias G1 da Globo:

chapecoense-tragedia

01.dez.2016 – No estádio Atanásio Girardot em Medelín/COL mais de 40mil pessoas compareceram na hora do jogo para uma cerimônia de homenagem aos mortos e feridos no acidente aéreo. Uma cerimônia linda, depois da qual representantes do time Atlético Nacional decidiram que irão solicitar que o título da competição seja oficialmente entregue para a Chapecoense.

05.dez.2016 – Segundo o portal de notícias G1 da Globo, a Chapecoense foi declarada campeã da Copa Sulamericana pelos organizadores do torneio. Dessa forma a equipe jogará no ano que vem a Copa Libertadores da América que tem alto valor de premiação por partida, bons valores televisivos e ainda o time fica com o prêmio em dinheiro da Sulamericana, tudo para ajudar na reconstrução do clube e apoio à família das vítimas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s